RSC-287, no trecho da Quarta Colônia, deverá receber placas turísticas customizadas com dinossauros

Buscando informar, demarcar e apresentar o potencial da região da Quarta Colônia é que foi realizada no mês passado, junto ao Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica (Cappa) em São João do Polêsine, uma reunião com a direção da Rota de Santa Maria, concessionária do trecho de 204 quilômetros da rodovia RSC-287, entre Santa Maria e Tabaí, para apresentar o estudo técnico de sinalização turística da região.

Contando com a presença dos prefeitos e servidores que integram o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), de integrantes do Geoparque Quarta Colônia – Aspirante Unesco, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e demais autoridades, na ocasião a direção da concessionária conheceu toda a estrutura do Cappa, entre eles os fósseis de dinossauros e os laboratórios de estudos.

Na sequencia foi apresentado o estudo técnico que contempla a sinalização turística da região com a possibilidade de instalação de totens informativos, painéis interpretativos, instalação de pórticos e semi-pórticos e painéis publicitários.

Como um dos destaques do projeto, a instalação de dois pórticos customizados em forma de dinossauros deverá ser instalada no início do trecho, em Santa Maria, junto ao acesso para Silveira Martins, e outro em Agudo, antes do trevo de acesso para a cidade no sentido de quem segue de Porto Alegre para Santa Maria. Além disso, o projeto contempla também a instalação de dois semi-pórticos: um em Restinga Sêca, no trevo de Santuário, e outro entre os municípios de Agudo e Restinga Sêca.

“É algo positivo. Isso tem que ser feito de forma ampliada, trazendo essa informação tão importante do potencial turístico desde Tabaí, não deixando somente ficar para a terceira parte da rodovia. Acho que tem um potencial turístico muito grande na região. A gente que conhece aqui e tem frequentado, eu acho que tem que ser bastante explorado e a concessionária vai ser um viabilizador para ajudar esse potencial crescer ainda mais”, enalteceu Renato Bortoletti, diretor-geral da Rota de Santa Maria, em entrevista à Rádio Integração.

Efetivação das ações do projeto passa por estudo de viabilidade por parte da concessionária e, principalmente, pela autorização do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer).

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+

Rádio Integração FM 98,5

Rua Augusto Rossi, 316
Restinga Sêca/RS

Fone/Fax: (55) 3261 1030  |  3261.1270  |  3261 1707

radio-integracao@hotmail.com