Formalizado o Programa de Avicultura Colonial de Agudo

O Programa de Avicultura Colonial de Agudo (PROAVES – Agudo) foi criado pela Lei Municipal 2.158/2019, com o objetivo de capacitar os produtores rurais na atividade da Avicultura Colonial; melhorar a qualidade de vida da família rural; incentivar a permanência do jovem no meio rural; desenvolver o espírito associativo entre os produtores; gerar emprego e renda; incrementar a produção de carne e ovos coloniais; melhorar a fertilidade do solo, pelo aproveitamento do adubo orgânico e proporcionar aos consumidores um produto de alta qualidade para consumo.

No município, a produtora Luciane Wilhelm, de Cerro Chato, é a primeira integrante do Programa de Avicultura Colonial de corte e de postura. Na manhã desta terça-feira, dia 23 de junho, o prefeito, Valério Trebein, recebeu em seu gabinete a produtora Luciane, o chefe do Escritório da Emater, Diego Katzer e os secretários de Desenvolvimento Rural e Gestão Ambiental, Jardel Falcão e da Fazenda, Ademir Kesseler, para formalizar o Programa.

Como incentivo o Município de Agudo, subsidiará 50% do valor de curso de capacitação; até 15 horas máquinas; disponibilidade de 100 sacos de calcário por ano; análise de solo e H2O; assistência técnica e veterinária e sorteio anual de 600 aves de corte.

Fonte: Prefeitura de Agudo

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Rádio Integração FM 98,5
Rua Augusto Rossi, 316
Restinga Sêca/RS

Fone/Fax: (55) 3261.1030 | 3261.1270 | 3261.1707
E-mail: radio-integracao@hotmail.com