Deputado Marcel van Hattem destina R$ 250 mil para obra de infraestrutura turística em Agudo

Em nome da transparência do uso de recursos públicos, o deputado federal Marcel van Hattem (NOVO-RS) realiza editais para a escolha de projetos que serão contemplados com emendas parlamentares. No mais recente edital para obras em infraestrutura turística no Rio Grande do Sul foram selecionados projetos de seis municípios gaúchos, entre eles o da Prefeitura de Agudo que receberá R$ 250 mil via emenda parlamentar individual.

O projeto de Agudo prevê a construção do Volkslager (armazém do povo) que fortalecerá a oferta turística do município por meio da gastronomia. O espaço fará parte do centro Volksgarten (jardim do povo) que integrará comércio, culinária, eventos e lazer. A partir deste centro espera-se o aumento do fluxo turístico no município, além da geração de empregos diretos e indiretos. Com um custo estimado em R$ 350 mil, o Volkslager contará com R$ 250 mil via emenda do deputado Marcel e R$ 100 mil de contrapartida do município.

Para Marcel, a realização de editais torna mais democrático o acesso dos municípios às emendas parlamentares, dando oportunidade a todos de participarem:

– Nesta edição recebemos propostas de 114 municípios gaúchos, que foram analisados sob critérios técnicos, como qualidade da proposta, viabilidade de implementação, impacto para a população e relevância turística local e regional. Nossos editais trazem transparência para a destinação das emendas parlamentares, sem o viés político-partidário tão comum na destinação desses recursos, afirma Marcel.  

Além de Agudo, foram selecionados projetos dos municípios de São Sebastião do Caí, Candelária, Derrubadas, Maratá e Morro Reuter. Cada município receberá R$ 250 mil, totalizando um investimento de R$ 1,5 milhão.

As emendas parlamentares já foram indicadas no Orçamento Geral da União 2022 pelo deputado Marcel van Hattem e, agora, os municípios contemplados precisam cadastrar os projetos junto ao Ministério do Turismo.

Conheça um pouco mais de cada projeto selecionado:

Morro Botucaraí – Considerado o morro isolado mais alto do Rio Grande do Sul, com 569,63 metros de altitude, o Morro Botucaraí atraí turistas de toda a região, inclusive na Sexta-feira Santa quando no local é encenada a Paixão e Morte de Cristo. O projeto da prefeitura de Candelária prevê a colocação de escada de aproximadamente 297 metros, revitalização e reforma da infraestrutura urbana, dando mais segurança aos frequentadores. A partir da execução do projeto, a prefeitura pretende incluir o Morro Botucaraí em Rotas de Turismo Religioso. 

Rotas de cicloturismo e caminhada – O município de Derrubadas abriga o Parque Estadual do Turvo que conta com a maior queda longitudinal do mundo: o Salto de Yucumã com 1.800 metros de extensão. O projeto do município prevê a implementação de rotas de cicloturismo e caminhada entre 35km e 50km de extensão, além de instalação de pontos de apoio e Centro de Atendimento ao Turista na região. Com maior infraestrutura e segurança aos frequentadores, a região tem potencial para se tornar destino de cicloturismo e caminhada. 

Ciclovia Maratá – O projeto da prefeitura de Maratá prevê a construção de uma faixa compartilhada entre pedestres e ciclistas com 530 metros de extensão, entre o centro do município e a Cachoeira Maratá – ponto turístico da região. Atualmente o acesso a cachoeira só é possível utilizando veículos, pois não há passeio público nem acostamento na região. O projeto tem custo total de R$ 320 mil, sendo R$ 250 mil via emenda parlamentar e R$ 70 mil como contrapartida da prefeitura. 

Revitalização da Rua Independência – Principal via de acesso ao município de Morro Reuter, a Rua Independência será revitalizada com a substituição do passeio público, obras de construção e reformas de infraestrutura urbana para adequação dos espaços para o turismo. O município recebe cerca de 5 mil turistas a cada final de semana, mas nem todos acessam o centro da cidade. A revitalização total do local está orçada em R$ 800 mil. A primeira fase do projeto tem um custo estimado de R$ 390 mil, sendo R$ 250 mil provenientes da emenda parlamentar. 

Revitalização praça junto ao cais do porto – O projeto da prefeitura de São Sebastião do Caí prevê a revitalização do entorno do Cais do Porto, na orla do Rio Caí, com obras de pavimentação, paisagismo, instalação de bancos, mesas, pergolados, construção de mirante e instalação de totem indicando o Marco Zero da Rota Rio Branco, ponto histórico da região que em meados de 1880 era a principal rota que ligava os imigrantes que desembarcava na Lagoa dos Patos à Caxias do Sul.

Fonte: Assessoria de Marcel van Hattem

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+

Rádio Integração FM 98,5

Rua Augusto Rossi, 316
Restinga Sêca/RS

Fone/Fax: (55) 3261 1030  |  3261.1270  |  3261 1707

radio-integracao@hotmail.com