Cooperação de impacto: operações do Sicredi no último ano geram acréscimo de R$ 2,5 bilhões no PIB da região

Construir uma sociedade mais prospera: esse é o slogan sustentado pela Sicredi Região Centro RS/MG, instituição financeira cooperativa com mais de 108 anos de história. Muito além de uma frase, os resultados apresentados na última assembleia de núcleos, realizada em abril, apontam os impactos da cooperativa na comunidade ao longo do último ano. Mais de R$1,1 bilhão de reais foram concedidos em créditos para 37,7 mil iniciativas de pessoas físicas e jurídicas. Conforme o estudo realizado pela FIPE em 2020, cada R$ 1,00 concedido em crédito é gerado um acréscimo de R$ 2,45 reais no PIB da região, promovendo desenvolvimento, geração de empregos e renda. Em outras palavras: as operações realizadas dentro da Sicredi Região Centro RS/MG impactaram em R$ 2,5 bilhões no PIB de sua região de atuação.

“Este é o grande diferencial do cooperativismo: os resultados ficam na cidade onde foram gerados, promovendo desenvolvimento dentro de cada localidade”, afirma Pedro Ferreira, presidente do conselho de administração. “Quanto mais a cooperativa capta recursos e se fortalece, por meio da maior adesão e engajamento de associados, mais condições ela tem de fomentar o desenvolvimento da sociedade onde ela está inserida”.

            Uma das maneiras de retorno para a comunidade, ainda desconhecida do grande público, é por meio da distribuição de resultados. Após a realização das assembleias (momento no qual os associados podem deliberar e votar em assuntos relevantes para organização), parte dos valores do resultado gerado pela cooperativa retorna para o associado. Neste ano, o valor total de distribuição superou R$ 16,1 milhões, distribuídos de forma proporcional as movimentações de cada associado com a cooperativa. Mas, conforme o diretor executivo da Sicredi Região Centro RS/MG, Luiz Alberto Lopes, esse não é o principal retorno gerado pela instituição>

            “A distribuição de resultados aos associados, embora seja um grande destaque dentro da lógica de como funciona o sistema cooperativista, é apenas uma pequena parte do resultado que, de fato, geramos em nossa sociedade” afirma o diretor. Afirmação esta sustentada por números que impressionam. Somente em economia de taxas, a Sicredi Região Centro RS/MG gerou o equivalente a R$ 83 milhões. “Somos uma alternativa mais justa e sustentável, que busca o resultado por meio do fomento ao desenvolvimento, individual e coletivo” aponta Luiz.

Um olhar aguçado para a comunidade

O símbolo do cooperativismo são dois pinheiros, colocados lado a lado, simbolizando o equilíbrio entre o econômico e o social. “Quando um sustenta e apoia o outro, a sociedade avança”, afirma Pedro, que tem ido pessoalmente visitar diversas instituições do terceiro setor da região apoiadas pelo Fundo Social da Cooperativa. Somente no último ano, o Fundo Social (iniciativa da cooperativa para apoiar projetos ligados a cultura, saúde, educação, esporte e segurança pública de instituições sem fins lucrativos) investiu mais de meio milhão de reais e projetos de alto impacto social.

Além desta frente, o Programa União Faz a Vida, principal iniciativa de responsabilidade Social do Sicredi, também traz resultados expressivos. Atualmente, o projeto, realizado em parceira com as prefeituras e secretarias de educação dos municípios, impacta diretamente 14 cidades, 12.000 alunos e 1.100 professores. Localmente, o projeto contacom apoiadores de peso, como a Cooperativa Agrícola Mista Nova Palma (Camnpal), a Cooperativa Tritícola Sepeense (Cotrisel) e a Cooperativa Tritícola Caçapavana Ltda (Cotrisul).

E este não é o único exemplo de intercooperação promovido pela cooperativa. Uma das ações realizadas em 2021 foi o Cooperação em Dobro, que com o apoio da comunidade e de parceiros como a Camnpal, a Cotrisel, a Cooperativa Mista de Agricultores de Toropi (Coomat) e empresas como a Cia da Carne, Rede Super, Padaria São José, Supermercado Patrick, Supermercado Demelo e Supermercado Minuano, arrecadou mais de 31 toneladas de alimentos para famílias carentes em nossa região. Em parceria com o Sebrae, foi criado o programa Guiar, projeto de ofereceu consultoria para micro e pequenos empreendedores e pequenos empreendedores rurais, com o objetivo de auxiliá-los na retomada dos negócios no período pós pandemia. Ao total, 87 empreendedores foram beneficiados pelo programa, que terá uma segunda edição lançada em 2022.

“Os impactos do Sicredi são muitos e trabalhamos incansavelmente para que eles se ampliem a cada dia. O dinheiro pode render em qualquer instituição financeira, mas aqui em nossa cooperativa, ele rende uma mundo melhor” finaliza Luiz Alberto.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 5 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está presente em todos os estados e no Distrito Federal, com mais de 2.000 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

Sobre a Sicredi Região Centro RS/MG

A Sicredi Região Centro RS/MG, uma das 100 cooperativas integrantes do sistema Sicredi, é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. Fundada em 1914, foi a 4ª cooperativa da América Latina, e atualmente conta com mais de 80 mil de associados. Com presença em dois estados* a Sicredi Região Centro RS/MG possui 30 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros.

*Área de atuação

Minas Gerais: Belo Horizonte, Contagem, Betim, Ribeirão da Neves, Santa Luzia, Ibirité, Sabará, Vespasiano, Nova Lima, Caeté, Sarzedo, Juatuba, São José da Lapa, Raposos, Rio Acima e Confins.

Rio Grande do Sul: Santa Maria, Itaara, Dilermando de Aguiar, São Martinho da Serra, Toropi, São Pedro do Sul, São João do Polêsine, Dona Francisca, Nova Palma, Faxinal do Soturno, Restinga Seca, Formigueiro, São Sepé, Vila Nova do Sul, Caçapava do Sul, Lavras do Sul, Santana da Boa Vista e Piratini.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+

Rádio Integração FM 98,5

Rua Augusto Rossi, 316
Restinga Sêca/RS

Fone/Fax: (55) 3261 1030  |  3261.1270  |  3261 1707

radio-integracao@hotmail.com