9° Grito de Alerta  reunirá agricultores em Santa Cruz do Sul

O Grito de Alerta, que chega em sua nona edição, é uma mobilização organizada pela FETAG-RS, Macro Regional Centro e Macro Missões Fronteira Noroeste em conjunto com os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais.

O evento acontece na quarta-feira, dia 15, em Santa Cruz do Sul, com expectativa de reunir cerca de 12 mil pessoas de diversos municípios gaúchos.
Para o presidente da FETAG, Carlos Joel da Silva, o objetivo é do 9º Grito de Alerta é chamar a atenção da comunidade gaúcha para a importância da agricultura familiar. “A pauta central é a valorização dos agricultores familiares e assalariados rurais, por políticas públicas, contra a perda de direitos na reforma da Previdência e a favor da auditoria da dívida pública”.

Joel reforça a importância do envolvimento de todas as entidades para que o 9º Grito de Alerta realmente aconteça e que ele só terá força e resultado através da união.

Antecipando a realização do Grito de Alerta, na terça-feira, dia 14, lideranças da FETAG-RS e Regionais Sindicais realizarão audiências para entrega de pauta em algumas instituições, como Ministério Público, Caixa Econômica Federal, Receita Federal, Coordenadoria Regional de Saúde, Sinditabaco, INSS e Coordenadoria Regional de Educação.

Já na quarta-feira, dia 15, a programação inicia às 8h, com recepção das caravanas em frente ao Parque da Oktoberfest. Após a abertura oficial, os participantes iniciam a caminhada pelas ruas de Santa Cruz do Sul até as imediações das entidades bancárias, onde serão entregues pleitos da categoria.

Na sequencia a caminhada segue até a agência do INSS, onde deve ocorrer os pronunciamentos das autoridades.

Pauta do evento

  • Manutenção dos direitos previdenciários adquiridos pelos trabalhadores e trabalhadoras na Constituição Federal de 1988;
  • Garantia de recursos financeiros para o Plano Safra 2019/20 com juros acessíveis nos financiamentos de custeio e investimento;
  • Desburocratização e ativação imediata do Crédito Fundiário e acesso à Terra;
  • Garantir de recursos financeiros para a reativação imediata do Programa Nacional de Habitação Rural;
  • Garantia de renda aos agricultores familiares que têm em sua base a produção de alimentos;
  • Garantia de repasse pontual (data e porcentagem) por parte da União, Estado e município para custeio na área da saúde;
  • Implementar no currículo escolar disciplinas voltadas à produção de alimentos, qualidade de vida no meio rural e sucessão rural e urbana;
  • Auditoria imediata da dívida pública.
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Rádio Integração FM 98,5
Rua Augusto Rossi, 316
Restinga Sêca/RS

Fone/Fax: (55) 3261.1030 | 3261.1270 | 3261.1707
E-mail: radio-integracao@hotmail.com