Ônibus é transformado em barbearia e vira alternativa de renda em Agudo

Foto: Ana Camila Costa

O que seria do homem sem as suas invenções, adequações? O mundo pede e as pessoas surpreendem. Vamos relatar uma história criativa e familiar. Tudo bem montar uma barbearia, mas era preciso ir além, e fazer o diferente, a diferença. Lucas Lemos, 32 anos, marido da Anna Paula e pai do Pietro e do Arthur, ousou, e hoje é o proprietário da primeira barbearia montada em um ônibus de Agudo e região. Uma série de adequações, um valor significativo investido e a Barber Bus virou uma realidade. “Foi cerca de um mês arrumando, revestindo, tendo ideias e executando para que tudo ficasse pronto”, explicou.

Lucas Lemos, proprietário da barbearia

Lucas cresceu vendo a sua mãe atuando como cabelereira, o assunto não é novo para o empreendedor, mas a principal motivação foi buscar uma alternativa de renda. Atualmente ele é concursado na Prefeitura de Agudo, na função de motorista, e depois do expediente as atenções se voltam para os cortes de cabelo. O horário de atendimento é das 18h às 22h na Avenida Concórdia, próximo da Congearte.

Com o pensamento de empreender, ele foi na busca de algo novo, foram algumas pesquisas na internet, conversa com amigos e a barbearia no ônibus surge. “Pensei bastante, fui procurar me aperfeiçoar, fiz um curso em Santa Maria e depois me dediquei ao ônibus. Um tio meu, o Valério, tinha um parado em Restinga Sêca e me cedeu, com o tempo de repente compre, mas por enquanto ele me emprestou. Fiz as mudanças necessárias, tem geladeira com cervejas, sofá, ar condicionado, busquei montar um ambiente agradável para quem está cortando o cabelo e para quem espera”, salientou Lemos.

O foco principal são os cortes masculinos. De acordo com Lemos os homens têm procurado se cuidar, pois os cortes não são somente os simples, os jovens principalmente, querem cortes diferenciados. “Fiz o curso justamente para ser capaz de atender os pedidos dos clientes, a gurizada sempre quer inventar, temos que estar preparados. Comecei fazendo um preço diferenciado, quero que as pessoas conheçam o meu trabalho. Atualmente cobro R$10,00 o corte normal e R$13,00 o mais rebuscado”.

Os planos para o futuro são os de dar seguimento e ir aperfeiçoando o que já se tem. Por enquanto o ônibus que tem condições de mobilidade ficará em um ponto fixo. “Acertei com o dono do terreno, ele foi compreensivo, agradeço muito, e por hora a ideia é ficar aqui, no futuro penso em ir de repente para a praia, nas minhas férias, mas tudo com muita calma para que o negócio crie força e eu consiga dar seguimento”, frisou Lucas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter

Rádio Integração FM 98,5
Rua Augusto Rossi, 316
Restinga Sêca/RS

Fone/Fax: (55) 3261.1030 | 3261.1270 | 3261.1707
E-mail: radio-integracao@hotmail.com